sexta, 04/12 | www.facebook.com/camaramunicipaldemafra

Trio Sacrum Convivium

inNatalis 2020 | Ciclo de Concertos de Natal do Concelho de Mafra
O registro está fechado
Trio Sacrum Convivium

Time & Location

04/12/2020, 21:15 – 22:15
www.facebook.com/camaramunicipaldemafra

About the Event

Trio Sacrum Convivium

Susana Duarte | Soprano

Zofia Pajak | Violino Barroco

Daniel Oliveira | Órgão

Repertório

- Chaconne em lá menor

Ferdinand Fischer

- Avé Maria

Caccini

- 6 danças renascentistas

Claude Gervaise

- Gaudete, gaudete Christus est natus

Anónimo, Séc.XV

- Es ist ein Ros entsprungen

Michael Praetorius

- Sonata em Fá Maior

Tomaso Albinoni

- Ária: Ich steh an deiner Krippen hier

J.S.Bach

- Dominé Deus

Antonio Vivaldi

- How Beautiful are the feet

G.F.Haendel

- Qui Tollis Peccata

Giuseppe Carcanni

- A Maiden Most Gentle

Tradicional Francesa

Susana Duarte | Soprano

Natural de Torres Vedras, Susana Duarte iniciou os seus estudos musicais na Escola de Música “Luís António Maldonado Rodrigues” na classe de Elsa Cortez. Licenciou-se em Canto na Escola Superior de Música de Lisboa, onde trabalhou com Elsa Saque, Nuno Vieira de Almeida, Olga Prats e Stephen Bull, entre outros, e em Ciências Musicais na Universidade Nova de Lisboa, onde concluiu também o mestrado em Artes Musicais (Lied e Oratória). Participou em diversos masterclasses, nomeadamente com Max Van Egmond, Helmut Lips, Hilde Zadek, Ralph Döring, Mara Zampieri, Walter Moore, João Lourenço, Claire Vangelisti e ateliers de ópera com Carleen Graham. Interpretou o papel de Anna Gomez da ópera The Cônsul de G. Menotti e o papel de Knabe, da ópera Der Jasager de Kurt Weil, ambas sob a direcção musical de Nicholas McNair e encenadas por Paulo Matos e Francisco Salgado, respectivamente. Integrou ainda o elenco de A Flauta Mágica numa produção na Cidadela de Cascais e foi First Witch e Second Woman em Dido e Eneias no festival de ópera de Óbidos. Interpretou o papel de Trujaman em O retábulo de Mestre Pedro de M. Falla na Fundação Calouste Gulbenkian sob a direção de Joana Carneiro.

Tem realizado recitais de canto e piano com os pianistas Francisco Sassetti, Ana Jacobetty, Helder Marques e com Nuno Vieira de Almeida (no Ciclo Novos Cantores do Teatro São Luiz). Apresenta-se frequentemente como solista de oratória e em concertos de música antiga, integrando grupos como Capela Lusitana, Concerto Campestre, Americantiga, Capela Joanina e o Grupo Vocal Olisipo, entre outros. Tem colaborado também com as Voces Caelestes e é membro do Coro Gulbenkian. Participou na banda sonora do filme O Milagre segundo Salomé, do realizador Mário Barroso. Conquistou o terceiro prémio no Concurso Nacional de Canto Luísa Todi em 2005.

Zofia Pajak Mendanha | Violino Barroco

nasceu na Polónia numa família com tradições musicais e começou a estudar violino aos seis anos de idade.

Concluiu o curso de conservatório com a avaliação de 18 valores e seguiu a sua formação na Escola Superior de Música pela qual é licenciada em performance. Foi lhe atribuída uma bolsa de estudo da UE que lhe possibilitou estudar na Hochschule für Musik und Theater Leipzig, na Alemanha, onde obteve a pós-graduação de Músico de Orquestra. Posteriormente tirou o mestrado em ensino de música pela Escola Superior de Música de Lisboa.

No âmbito de música erudita tem se apresentado em Portugal, Alemanha, Espanha, Itália, Argentina, Macau, China, colaborando com as orquestras Berliner Symphoniker, Mendelsohnkammerorchester e Orquestra Gulbenkian e Orquestra Sinfónica Portuguesa, entre outras. Como membro de orquestra fez gravações com solistas e maestros de renome mundial e com o seu duo com a pianista Teresa da Palma Pereira gravou recitais para a Rádio Antena 2.

Recentemente formou um duo com a harpista Emanuela Nicoli.

Foi professora no Conservatório Nacional, actualmente leciona no Instituto Gregoriano de Lisboa.

Daniel Oliveira | Orgão

Natural de Alenquer, Daniel Oliveira é diplomado em ciências musicais pela Universidade Nova de Lisboa, licenciado em órgão e cravo pela Escola Superior de Música de Lisboa sob orientação de João Vaz e Ana Mafalda de Castro sendo também mestre em pedagogia do instrumento pela mesma instituição.

Tem realizado inúmeros concertos em Portugal e no estrangeiro, sendo de destacar a temporada de Música de São Roque (Lisboa), Festival de Música de Mafra, Festival Internacional de Órgão de Faro, Festival Internacional de Órgão de Santarém, Festa da Música do Centro Cultural de Belém, Festival Internacional de Órgão de Cantábria (Espanha), Festival Internacional de Música “Pórtico del Paraíso” (Galiza) e Ciclo internacional de Organo de Sevilla.

Apresenta-se regularmente como organista e cravista inserido em grupos de referência tais como o Quarteto “Tempus”, Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras, Orquestra Sinfónica Juvenil, Coro do Instituto Gregoriano de Lisboa, Flores de Música e Capella Joanina.

Nos seus estudos de órgão e cravo, trabalhou e contactou com personalidades como Graham Barber, Luigi Ferdinando Tagliavini, J.L.Gonzalez Uriol, Javier Artigas, Kristian Olesen, Ketil Hausgand, Gerhard Doderer e Elisabeth Joié.

É professor de Órgão, Iniciação Musical, Baixo-contínuo e Música de Câmara na Escola de Música Luís António Maldonado Rodrigues (Torres Vedras), Atelier de Órgão de Torres Vedras e Salesianos de Lisboa.

É membro do Trio Ars Eloquentae, dirige o agrupamento barroco Magnificat desde 2013 e detém a titularidade dos Órgãos Históricos da Igreja da Misericórdia em Torres Vedras e Igreja Matriz de Oeiras.

Share This Event